mar 05, 2018 / por Blog do Editor / Nenhum comentário

Você já ouviu falar em Storytelling? Esse é um assunto um pouco antigo que vem ganhando cada vez mais espaço na mídia. Por ser altamente eficaz, diversas organizações estão apostando na técnica e alcançando resultados positivos.

Por outro lado, quem não conhece ferramentas poderosas como essa, pode estar com os dias contados no mercado. Nós sabemos disso, já que exploramos muito bem o tema e acompanhamos muitos casos de sucesso em diversos segmentos.

Tudo é sobre narrar histórias. Paul Auster, escritor americano de vários best-sellers, já comentou sobre isso:

Ficamos mais velhos, mas não mudamos. Tornamo-nos mais refinados, porém no fundo continuamos sendo como quando éramos pequenos, criaturas que esperam ansiosamente que lhes contem outra história, mais outra e mais outra.

Talvez esse possa ser o melhor momento para entender o que é Storytelling e como utilizar essa ferramenta ao seu favor. Continue a leitura e conheça o conceito que tem dado o que falar por aí!

Storytelling – A arte de contar histórias

Seth Godin, autor renomado de livros sobre negócios e marketing de conteúdo, afirma que o marketing não se trata mais das coisas que vendemos, mas sim das histórias que contamos. Uma explicação um tanto real do consumo atual, não é mesmo?

Em poucas palavras, Godin expressa o poder do Storytelling, o qual pode ser definido como a arte de contar histórias. Ele consiste em uma técnica que usa palavras ou recursos audiovisuais para narrar histórias relevantes.

Em outra definição, ele é visto como a capacidade de transmitir pensamentos, ideias e fatos por meio de uma estrutura relevante, clara e fácil de ser consumida pelo interlocutor. É exatamente essa estrutura que cativa uma audiência.

A origem da técnica

O Storytelling acompanha o processo de estabelecimento da comunicação humana. Com ele, as pessoas fortaleceram o hábito de criar e compartilhar um aprendizado a partir de uma história carregada por uma mensagem interessante.

Neste sentido, a origem da técnica remonta a milhares de anos. A capacidade de contar histórias é uma característica passada de geração em geração. Antes de mesmo de existir a escrita, as histórias já eram populares.

Muitas tribos que viviam em cavernas, por exemplo, representavam seus ensinamentos em símbolos e expressões artísticas. As histórias por trás de cada recurso visual eram contadas por um ou mais representantes do grupo.

Onde você pode encontrar o Storytelling hoje

Hoje em dia, o que não falta são situações para se esbarrar com o Storytelling. Ele pode ser visto nos filmes, livros, videogames, peças teatrais, músicas e, sobretudo, no marketing. Já deu de cara com uma propaganda interessante hoje?

Em tempos de informação excessiva, só algo realmente relevante é capaz de ganhar a atenção do público. Por isso, os profissionais de marketing estão se esforçando cada vez mais para dar algo de valor às pessoas em troca do seu tempo.

Muitas vezes, ao começar um texto ou vídeo, você se depara com uma boa história. Desenrolando o conteúdo, você se identifica com aquilo. Ao final, você é impactado pela mensagem e toma uma ação. Isso é Storytelling!

Representando um diferencial nos negócios

Imagina a seguinte situação. Duas empresas possuem produtos de qualidade concorrentes no mercado. Ambas disponibilizam publicidade no YouTube. Enquanto uma tem um vídeo que mostra o produto, a outra conta uma história.

Todo o contexto da história mostra exatamente determinado problema que os potenciais compradores vivenciam diariamente. Em poucos minutos, o vídeo encanta o internauta e o provoca a tomar uma decisão: se livrar daquele problema.

Para fazer isso, existe um caminho viável que é conhecer o produto daquela empresa. Aliás, foi esse o produto utilizado pelo personagem da trama. E aí, quem você acha que vai dominar o mercado?

Apostando na mensagem

storytelling

Sem dúvidas, quem vai atrair mais clientes é a empresa que consegue envolver o público com uma mensagem personalizada e assertiva. Por isso, o Storytelling é um dos maiores diferenciais nos negócios hoje.

A partir dele, uma história relevante, contada de uma forma única, consegue captar a atenção, atrair e engajar uma audiência. Ao final, a técnica cria uma relação mais próxima entre os consumidores e marca.

Essa iniciativa aumenta a confiança dos compradores, os quais foram impactados por uma narrativa de valor. Por outro lado, o negócio alcança melhores resultados, atraindo mais consumidores e alavancando as vendas.

Um universo de emoções

“O que queremos é uma história que comece com um terremoto e chegue ao clímax pouco a pouco” – Samuel Goldwyn

Qualquer profissional, desde o ramo industrial até o de serviços, pode contar uma boa história para entreter, emocionar, encorajar, enfim, fazer a diferença na vida de uma ou mais pessoas. E quem sabe, provocar uma mudança?

Para fazer isso, lembre-se que somos movidos por emoções. Na maioria das vezes, pensamos, compramos e tomamos decisões por emoção. Portanto, a história deve ser boa o suficiente para estimular determinadas emoções.

Se você deseja se tornar um bom contador de histórias, seja para palestrar, vender ou divertir um público específico, já pode começar hoje mesmo a explorar uma narrativa com seus amigos ou colegas de trabalho.

A ideia é criar uma história autêntica e comovente do início ao fim. Quanto mais as pessoas prestarem atenção em você, mais você estará cumprindo o seu papel como storyteller. No entanto, você deve levar alguns detalhes em conta…

Para alcançar resultados com o Storytelling

Contar histórias relevantes e assertivas exige a conexão de alguns fatores fundamentais. Desde palavras adequadas ao público até um contexto inteligente e instigante, é preciso usar de criatividade e estratégia para gerar resultados.

Se você deseja aplicar o Storytelling em seu marketing para emocionar, agradar e provocar uma tomada de decisão em seu público, vale a pena criar uma mensagem que a sua audiência possa se identificar facilmente.

Para isso, você precisa estudar o seu perfil de cliente ideal e analisar quais são as suas necessidades, desejos, problemas, enfim, é importante saber tudo sobre o destinatário da sua história antes mesmo de criá-la.

Assim, você garante mais chances de alcançar visibilidade e reconhecimento a curto prazo. Para saber mais sobre essa estratégia e fazer dela um sucesso, descubra como contar histórias envolventes com o poder do Storytelling na prática no nosso próximo artigo.